Os elogios

Olá!

É sabido que as pessoas aqui do norte da Alemanha costumam ser bem econômicas na hora de elogiar. Por exemplo, o que para um brasileiro seria motivo para falar “Ótimo!”, para um alemão é apenas “Bom” e o que para nós seria um “Uaaau! Excelente!”, para eles é um “Muito bom”.

Isso nem sempre significa que os alemães são mais difíceis de serem agradados. Muitas vezes é apenas uma questão cultural mesmo. Eles geralmente demonstram o seu contentamento de forma diferente, com menos “empolgação”.

Fui lembrada dessa diferença cultural no último fim de semana, numa festa de despedida de uma amiga austríaca que está de mudança para outra cidade. Cada um ficou de levar alguma coisinha para o buffet da festa e eu, como boa brasileira, levei os nossos famosos pães de queijo.

Muitas pessoas ali na festa nunca tinham ouvido falar de pão de queijo antes, inclusive um alemão que estava sentado na minha mesa. Meu marido, uma amiga portuguesa e eu explicamos para ele o que era e ele, ao provar pela primeira vez, falou a seguinte frase “dá pra comer”.

A Livia recém-chegada na Alemanha acharia o comentário dele frio e grosseiro, mas a Livia que já mora em Hamburgo há quatro anos se sentiu lisonjeada com o sincero elogio.

E vocês? Já passaram por algum choque cultural deste tipo?

Auf Wiedersehen,

Livia.

Anúncios